quarta-feira, 7 de julho de 2010

Sérgio Pimenta

Há algum tempo atrás os jovens de minha igreja iniciaram um projeto chamado "Bíblia e Violão", era uma programação bem bacana, onde o músico convidado tocava e respondia algumas perguntas, tipo debate, num tom mais intimista! Pena que acabou! O projeto não teve apoio e nem participação, fiquei chateado em ver músicos como Stênio Marcius, Silvestre Kuhlmann, Glauber Plaça, Cíntia e Silvia e Fabinho Silva tocarem músicas de qualidade para 'meia dúzia' de pessoas!
Mas o que tem a ver o Bíblia e Violão com o Sérgio Pimenta?
Ouve um espisódio no último Bíblia e Violão onde o Fabinho Silva junto com a Débora Camargo, Saulo e Renata Calantone e eu, como músico convidado, iríamos apresentar (dentro deste formato) um 'sub-projeto' chamado "Sementes, raízes e outros temperos", e foi o que fizemos! Porém, na divulgação do projeto, o Fabinho colocou que tocaríamos músicas de alguns autores, dentre eles: Renato Teixeira, Almir Sater e Sérgio Pimenta!
Como presbiterianos, e dos mais tradicionais (porém não-radicais!), nunca entendemos arte x cristianismo! Claro que a divulgação do projeto deu pepino! "O quê, vão tocar músicas do Almir Sater na igreja?! Não pode!", "E quem é esse Sérgio Pimenta?".
É aí que entra o Sérgio Pimenta no Bíblia e Violão! Fiquei perplexo com a pergunta, foi feita para mim! Me senti culpado, pois uma das pesssoas que perguntaram foi minha esposa! Ela já tinha ouvido a música do Sérgio Pimenta diversas vezes e na voz de variadas pessoas, mas não sabia quem era o dito!
Sérgio Paulo Muniz Pimenta nasceu no Rio de Janeiro, em 1954. Ele era compositor, violonista e cantor, tendo participado da primeira geração de autores nacionais dos Vencedores Por Cristo.
Foi um dos principais compositores cristãos nacional, sendo de sua autoria músicas como: "Você por ter", "Pescador", "Tudo ou nada", "Quando a Glória", "Aquele que me ama", etc.
Sérgio se foi jovem! Em 1987, aos 32 anos, ele faleceu no Hospital do Câncer, em São Paulo!
Durante o período que esteve doente compôs a música "Quando se está só", na qual a letra é apresentada abaixo:

Quando se está só

Quando se está só, o silêncio é mais profundo,

As noites são mais longas, o frio mais intenso;
E até a própria sombra parece estar mais junta,
Como se soubesse quando se está só.

Quando se está só, um grito é desespero,
Sussurro é loucura, o estalo mete medo;
E a mão forte aparece e está sempre nos sonhos,
Eternos pesadelos quando se está só.

Quando se está só, se está porque deseja,
Pois ele com certeza não foge de ninguém;
Deus está sempre perto, amigo, abraço aberto,
Convida a ir com ele pra não mais estar só.

Pra não mais estar só.

Vídeo: "Tudo ou nada"

Veja a biografia completa de Sérgio Pimenta, escrita por Quico Fagundes no link:

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | GreenGeeks Review